1 C
Munique
11.5 C
Porto
DestaqueAPAV de Paços de Ferreira auxilia sobretudo mulheres, vítimas de violência doméstica

APAV de Paços de Ferreira auxilia sobretudo mulheres, vítimas de violência doméstica

Hoje assinala-se o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres. A APAV promove a campanha de sensibilização “No means no”.

Relacionados

Sindicato dos Trabalhadores acusa GNR de Paredes de recusar levantar auto de ocorrência na “Varandas de Sousa”

Na passada sexta-feira, quatro trabalhadoras foram impedidas de cumprir o horário laboral nas instalações da empresa “Varandas de Sousa”, na freguesia de Madalena, no...

Detidos por tráfico de droga no concelho de Amarante ficaram em prisão preventiva

A GNR deteve, na passada quinta-feira, cinco homens e três mulheres no âmbito de tráfico de droga no concelho de Amarante. Após estes terem sido...

Iniciativa Liberal instala-se no concelho de Valongo

Decorreu, na passada quinta-feira, no auditório da Junta de Freguesia de Ermesinde, o plenário fundador do Núcleo Territorial de Valongo pertencente à Iniciativa Liberal,...

A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) assinala, hoje, o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra a Mulheres, promovendo a campanha de sensibilização “No means no”, um conceito criativo pertencente a Constança Caixinha.

Na campanha realizada, a APAV tem como ponto de partida frases comuns no discurso popular, como “entre o marido e a mulher não se mete a colher”, pretendendo desconstruir ideias e reforçar a importância de estar atento e consciente para os sinais de violência.

Numa entrevista ao Jornal EMISSOR realizada em agosto do presente ano, Marlene Fonseca, Gestora do Gabinete de Apoio à Vítima de Paços de Ferreira, avançou que em 2019 houve um registo de 285 utentes atendidos e, em 2020, contabilizaram-se 217. Face à diminuição constatada, a gestora de gabinete salientou que “não significa que não haja menor violência, ou que tenha havido menor violência. Significa que houve uma menor procura dos serviços”.

A Gestora do Gabinete de Apoio à Vítima salienta, também, que o auxílio deve ser pedido, idealmente, sem o conhecimento do agressor e que as vítimas poderão entrar em contacto com a APAV através do telefone, por email ou presencialmente. Em Paços de Ferreira, este pedido de auxílio poder ser feito na Câmara Municipal, uma vez que a APAV está sediada no edifício da autarquia.

A APAV, enquanto associação que trabalha com vítimas de crime, evidencia que, estatisticamente, tem vindo a auxiliar maioritariamente mulheres, vítimas de violência doméstica.

 

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido