9.6 C
Munique
16.9 C
Porto
RegionalCelorico de BastoLar Residencial de Celorico de Basto possui agora uma capacidade para 30...

Lar Residencial de Celorico de Basto possui agora uma capacidade para 30 utentes

O investimento realizado para a ampliação do espaço superou os 400 mil euros

Relacionados

PCP pede esclarecimentos à ARS Norte pela demissão dos responsáveis pela Urgência Metropolitana de Psiquiatria do Porto

O Partido Comunista Português (PCP) avançou, ontem, uma proposta para realizar uma audição da Administração Regional de Saúde do Norte (ARS Norte) relativa à...

Milhares de portugueses apoiam greve aos combustíveis nas redes sociais

Um grupo criado no Facebook há 48 horas, intitulado de “Greve aos combustíveis”, conta já com mais de 500 mil membros. Na descrição é...

Jovem pacense em Erasmus morreu na Polónia

Na Varsóvia, capital da Polónia, foi encontrado o corpo de uma jovem natural de Penamaior, freguesia de Paços de Ferreira, numa varanda de uma...

O espaço conta agora com uma capacidade para mais 18 pessoas portadoras de deficiência, capacitando o espaço para 30 utentes. O investimento realizado superou os 400 mil euros e dotou o espaço de melhores condições para acolher os destinatários com a dignidade e respeito que estes merecem.

A cerimónia decorreu no passado dia 6 de outubro, tendo sido presidida por Joaquim Mota e Silva em dupla função como Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto e, como Presidente da Associação de Solidariedade Social de Basto.

“Hoje vivemos uma cerimónia carregada de emoção e sentido, estamos a inaugurar a ampliação de uma valência para corresponder às necessidades efetivas da nossa população. Estamos aqui porque existem pessoas que vivem momentos frágeis e que precisam de uma vida digna, de apoio, respeito, sem pena ou compaixão, estamos entre irmãos, entre iguais que merecem toda a dignidade e respeito”, avançou o autarca de Celorico de Basto.

A valência encontra-se em funcionamento desde 2014, no entanto, de acordo com o Município, a inauguração da Associação de Solidariedade foi realizada em 2005, aquando foi dado “o pontapé de saída de um sonho que se transformou em realidade, uma realidade que dá muito trabalho”, esclarece o Joaquim Mota e Silva.

A obra de ampliação do espaço corresponde a um investimento superior a 400 mi euros, de acordo com o autarca, “um investimento necessário que conta com o apoio fundamental da Segurança Social, e de outras entidades, e que permitirá que o lar residencial possa albergar mais 18 pessoas portadoras de deficiência”, evidencia o autarca.

João Ferreira, Diretor da Segurança Social de Braga, esteve também presente na inauguração da ampliação, referindo que o espaço irá “responder às necessidades de mais gente, iguais nas vontades, na alegria e no reconhecimento e no empenho de todos os presentes. Um espaço mais capacitado para aqueles que precisam de um verdadeiro lar, oferecendo muitas outras garantias. Agora concretizado com apoios humanos, materiais e financeiros resume o esforço de todos os que integram os órgãos sociais, define o trabalho e dedicação de todos os profissionais que se entregam a esta instituição”, assegura.

A cerimónia da inauguração contou com a presença do Provedor para a Deficiência da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, Fernando Peixoto, e o Presidente eleito da Câmara Municipal de Celorico de Basto, José Peixoto Lima.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido