-0.3 C
Munique
9.1 C
Porto
RegionalDetidos por roubos a pessoas idosas na via pública em Gondomar, Vila...

Detidos por roubos a pessoas idosas na via pública em Gondomar, Vila do Conde e Maia

Foram detidos dois homens, um de 20 e um de 45 anos por roubos na via pública

Relacionados

Concelhos do Tâmega e Sousa sofrem aumento exponencial de novos casos de Covid-19

A Direção-Geral de Saúde avançou, hoje, o boletim epidemiológico relativo à incidência cumulativa a 14 dias, entre os dias 18 de novembro e o...

GNR deteve oito suspeitos com mais de 800 doses de estupefacientes em Amarante

A GNR de Amarante deteve, no dia ontem, cinco homens e três mulheres, com idades compreendidas entre 19 e 50 anos, no âmbito do...

Movimento Juntos por Paredes quer que o município volte a oferecer testes rápidos à Covid-19

Face ao estado de calamidade decretado no dia 1 de dezembro, o Movimento Juntos por Paredes solicita à Câmara Municipal de Paredes o recomeço...

A GNR de Vila Nova de Gaia deteve, no dia 16 de janeiro, dois homens de 20 e 45 anos por roubos na via pública, em Gondomar, Vila do Conde e Maia.

Em nota, a GNR adianta que, no âmbito de uma investigação por diversos roubos na via pública a pessoas idosas, em Gondomar, Vila do Conde e Maia, os militares realizaram “diversas diligências policiais que culminaram na identificação e detenção dos suspeitos que perpetravam os atos ilícitos através de esticões”.

No seguimento desta ação policial, realizaram-se duas buscas domiciliárias e três em veículos, tendo sido apreendidas duas armas de fogo transformadas, uma arma de ar comprido, um veículo e uma nota falsa de 20 euros.

O detido de 45 anos já tinha antecedentes criminais por ilícitos da mesma natureza, tendo sido presente, a 17 de fevereiro, no Tribunal de Instrução Criminal do Porto, onde lhe aplicaram medidas de coação de apresentações “periódicas três vezes por semana no posto policial da sua área de residência e impedimento de frequentar o concelho de Gondomar”. Já o detido de 20 anos, foi constituído arguido e os factos remetidos ao Tribunal Judicial do Porto.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido