10.6 C
Munique
17.7 C
Porto
RegionalPaços de FerreiraGuarda prisional atingiu formanda e é acusado de homicídio

Guarda prisional atingiu formanda e é acusado de homicídio

Carla Amorim foi atingida a tiro no peito

Relacionados

Câmara Municipal de Paços e Ferreira obrigada à alteração de horários da Polícia Municipal por ordem do tribunal

Tendo em conta a situação pandémica nacional que Portugal está a atravessar, a Câmara Municipal de Paços de Ferreira procurou estipular horários de trabalho...

Motociclistas agendam manifestação contra inspeções às motos

Depois de Jorge Delgado, Secretário de Estado das Infraestruturas, ter avançado, a 20 de setembro, que o Governo está a preparar um diploma para...

MEGA emitiu seis milhões de vouchers para manuais gratuitos em Portugal

A plataforma MEGA emitiu seis milhões de vouchers para manuais gratuitos, dos quais 80% já foram resgatados e os livros na posse nos alunos. O...

Após ter atingido Carla Amorim, o guarda prisional da cadeia de Paços de Ferreira, está a ser julgado.

No Tribunal de Paços de Ferreira, acusa-se o guarda prisional por ter atingido uma formanda, de 30 anos, durante uma formação de tiro que decorria, a 6 de novembro de 2018, na cadeia de Paços de Ferreira.

Carla Amorim foi atingida no peito. Os pais consideraram a ação intencional e pediram que o guarda prisional fosse condenado por homicídio qualificado.

O arguido está a ser acusado de homicídio por negligência “grosseira”. Ao Porto Canal o advogado do arguido defende que o guarda “não sabia que existia uma munição dentro da arma”.

O julgamento decorreu hoje, no Tribunal de Paços de Ferreira.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido