9.6 C
Munique
16.9 C
Porto
RegionalLousadaCIM do Tâmega e Sousa avança desenvolvimento de estudos para a nova...

CIM do Tâmega e Sousa avança desenvolvimento de estudos para a nova linha ferroviária

A CIM do Tâmega e Sousa realizou uma visita técnica ao terreno para avaliar os locais onde a linha passará

Relacionados

PCP pede esclarecimentos à ARS Norte pela demissão dos responsáveis pela Urgência Metropolitana de Psiquiatria do Porto

O Partido Comunista Português (PCP) avançou, ontem, uma proposta para realizar uma audição da Administração Regional de Saúde do Norte (ARS Norte) relativa à...

Milhares de portugueses apoiam greve aos combustíveis nas redes sociais

Um grupo criado no Facebook há 48 horas, intitulado de “Greve aos combustíveis”, conta já com mais de 500 mil membros. Na descrição é...

Jovem pacense em Erasmus morreu na Polónia

Na Varsóvia, capital da Polónia, foi encontrado o corpo de uma jovem natural de Penamaior, freguesia de Paços de Ferreira, numa varanda de uma...

A Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa realizou uma visita técnica ao terreno para avaliar, no local, os impactos ambientais e urbanos da construção da linha ferroviária do Vale do Sousa.

A visita, que decorreu durante os dias 30 de setembro e 1 de outubro, contou com a participação das equipas técnicas da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, das Infraestruturas de Portugal, da Área Metropolitana do Porto e municípios pelos quais a linha ferroviária atravessará, nomeadamente Felgueiras, Lousada e Paços de Ferreira. A linha atravessará, também, os municípios de Paredes e Valongo, pertencentes à Área Metropolitana do Porto.

Atualmente, de acordo com a CIM do Tâmega e Sousa, “estão a ser desenvolvidos os estudos necessários à caracterização da situação e à avaliação da viabilidade e adequabilidade desta nova linha ferroviária às necessidades dos concelhos do Tâmega e Sousa e da Área Metropolitana do Porto”, avança em nota.

A avaliação preliminar assenta na elaboração de quatro estudos, nomeadamente um estudo das condições de implementação do estudo ferroviário, um estudo de viabilidade técnica e ambiental, um estudo de procura potencial de passageiros e uma análise custo-benefício, para verificação da viabilidade do projeto.

No âmbito de um estudo de procura, a CIM do Tâmega e Sousa pretende ainda determinar “com maior exatidão e contexto envolvente, o potencial de passageiros associados à implementação do projeto. Os outros três estudos estão a ser realizados pela Infraestruturas de Portugal”, avança, em nota.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido