-0.7 C
Munique
4.8 C
Porto
RegionalLousadaCIM do Tâmega e Sousa avança desenvolvimento de estudos para a nova...

CIM do Tâmega e Sousa avança desenvolvimento de estudos para a nova linha ferroviária

A CIM do Tâmega e Sousa realizou uma visita técnica ao terreno para avaliar os locais onde a linha passará

Relacionados

GNR e Polícia Municipal de Paredes fiscalizam autocarros e transportes escolares

A GNR e a Polícia Municipal de Paredes procederam a uma ação de fiscalização conjunta aos autocarros e transportes escolares, na Escola Secundária e...

Freguesias de Amarante terão um Balcão SNS24 para apoiar os Centros de Saúde

O Município em parceria com o ACES Baixo Tâmega prepara-se para instalar Balcões do SNS24 em Ansiães e Gondar, criando condições de maior proximidade...

GNR apreendeu 5 mil artigos pirotécnicos em Paredes

A GNR de Penafiel apreendeu, na passada quarta-feira, cerca de 5 mil artigos pirotécnicos e identificou um homem de 31 anos pela venda de...

A Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa realizou uma visita técnica ao terreno para avaliar, no local, os impactos ambientais e urbanos da construção da linha ferroviária do Vale do Sousa.

A visita, que decorreu durante os dias 30 de setembro e 1 de outubro, contou com a participação das equipas técnicas da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, das Infraestruturas de Portugal, da Área Metropolitana do Porto e municípios pelos quais a linha ferroviária atravessará, nomeadamente Felgueiras, Lousada e Paços de Ferreira. A linha atravessará, também, os municípios de Paredes e Valongo, pertencentes à Área Metropolitana do Porto.

Atualmente, de acordo com a CIM do Tâmega e Sousa, “estão a ser desenvolvidos os estudos necessários à caracterização da situação e à avaliação da viabilidade e adequabilidade desta nova linha ferroviária às necessidades dos concelhos do Tâmega e Sousa e da Área Metropolitana do Porto”, avança em nota.

A avaliação preliminar assenta na elaboração de quatro estudos, nomeadamente um estudo das condições de implementação do estudo ferroviário, um estudo de viabilidade técnica e ambiental, um estudo de procura potencial de passageiros e uma análise custo-benefício, para verificação da viabilidade do projeto.

No âmbito de um estudo de procura, a CIM do Tâmega e Sousa pretende ainda determinar “com maior exatidão e contexto envolvente, o potencial de passageiros associados à implementação do projeto. Os outros três estudos estão a ser realizados pela Infraestruturas de Portugal”, avança, em nota.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido