10.3 C
Munique
20.7 C
Porto
DestaquePS e Iniciativa Liberal votaram contra os descontos de 50% nas portagens...

PS e Iniciativa Liberal votaram contra os descontos de 50% nas portagens que entrarão em vigor hoje

Entra hoje em vigor, o novo modelo que se aplica em lanços de autoestradas A17, A25, A29, A4, A41, A42, A28, A22, A23 e A24

Relacionados

Inspeção das motas será obrigatória a partir de 1 de janeiro de 2022

O Secretária de Estado das Infraestruturas, Jorge Delgado, avançou ao Jornal de Negócios, esta segunda-feira, que “a partir de 1 de janeiro de 2022,...

Detido em Penafiel por agressão física e psicológica à esposa

A GNR do Penafiel deteve, na passada quinta-feira, um homem de 54 anos por violência doméstica no concelho de Penafiel. No decorrer de uma investigação...

Presidente da Iniciativa Liberal visitou ETAR de Paços de Ferreira após denúncias de habitantes

Hoje, a Iniciativa Liberal reuniu o candidato à Assembleia da Câmara Municipal de Paços de Ferreira, João Carneiro, e o Presidente da Iniciativa Liberal,...

Hoje entra em vigor o novo modelo de descontos na taxa de portagem. De acordo com o DN, será aplicada a “redução de 50% nalguns laços de autoestradas A17, A25, A29, A4, A41, A42, A28, A22, A23 e A24”.

Esta é uma medida inscrita no orçamento do Estado para 2021, que determina “um desconto de 50% no valor da taxa de portagem, aplicável em cada transação”, com efeitos a partir de hoje.

O orçamento de Estado de 2021 determina ainda “um desconto de 75% no valor da taxa de portagem aplicável em cada transação, para veículos elétricos e não poluentes”, no entanto, o Governo adiantou que “a implementação do regime de descontos previsto para veículos elétricos e não poluentes implicará a adoção de um conjunto significativo de medidas de operacionalização técnica que impedem que a medida possa entrar em vigor no dia 1 de julho de 2021, cuja regulamentação será oportunamente implementada através de portaria”.

A proposta de descontos de 50% na taxa de portagem para todos os veículos e de 75% para elétricos e não poluentes foi apresentada pelo PSD e aprovada pelo parlamento no âmbito da lei do Orçamento de Estado de 2021.

Esta medida foi votada contra pelo Partido Socialista, bem como pela Iniciativa Liberal.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido