10.3 C
Munique
20.7 C
Porto
RegionalPaços de FerreiraPSD de Freamunde não terá uma sede de campanha

PSD de Freamunde não terá uma sede de campanha

Fernando Matos, candidato pelo PSD à Junta de freguesia de Freamunde, explica que a campanha será feita junto das pessoas, como já tinha sido anunciado.

Relacionados

Inspeção das motas será obrigatória a partir de 1 de janeiro de 2022

O Secretária de Estado das Infraestruturas, Jorge Delgado, avançou ao Jornal de Negócios, esta segunda-feira, que “a partir de 1 de janeiro de 2022,...

Detido em Penafiel por agressão física e psicológica à esposa

A GNR do Penafiel deteve, na passada quinta-feira, um homem de 54 anos por violência doméstica no concelho de Penafiel. No decorrer de uma investigação...

Presidente da Iniciativa Liberal visitou ETAR de Paços de Ferreira após denúncias de habitantes

Hoje, a Iniciativa Liberal reuniu o candidato à Assembleia da Câmara Municipal de Paços de Ferreira, João Carneiro, e o Presidente da Iniciativa Liberal,...

Na sequência de uma notícia avançada a um órgão de comunicação local que auferia a existência de uma sede de campanha instalada em Freamunde, o PSD de Paços de Ferreira avançou, em nota, que o espaço a ser utilizado pela equipa tem como finalidade “reuniões de trabalho”, sendo que estas instalações não serão utilizadas para campanha e não estarão abertas à realização de eventos.

Fernando Matos, o candidato pelo PSD à Junta de freguesia de Freamunde, adianta haver vontade de ter o partido social democrata representado, realçando a criação de um núcleo para o partido. Desta forma, o PSD de Freamunde terá um local onde elaborará o próprio programa e debaterá os “temas programáticos para o projeto por Freamunde”, avança Fernando Matos, em nota.

A par destas declarações, o candidato pelo PSD à Junta de freguesia de Freamunde reforça que o PSD de Paços de Ferreira realizará a campanha para as eleições autárquicas “na rua, junto das pessoas” e que avança ter sido “um dos primeiro a defender esta ideia”, entendendo que “devem ser os políticos a ir ao terreno perceber as preocupações das pessoas”, conclui, em nota.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido