2 C
Munique
7.8 C
Porto
RegionalGondomarQuatro detidos por amordaçarem e amarrarem uma octagenária em Gondomar

Quatro detidos por amordaçarem e amarrarem uma octagenária em Gondomar

A PJ realizou buscas em Gondomar, Penafiel e Magualde, tendo sido praticados crimes de furto qualificado em residências bem como num automóvel.

Relacionados

Acidente em Santo Tirso provoca um ferido

Esta manhã, na Rua de Fontiscos em Santo Tirso, ocorreu um acidente de viação, o qual provocou um ferido leve. O alerta foi dado pelas...

Entrega de Prémios de Eurohockey Indoor Championship em Paredes

Ontem, em Paredes, decorreu o último dia de competição do Campeonato Europeu de Hóquei Indoor de Seniores Masculinos. No local, marcou presença o vereador...

Penafiel: Despiste em Rio de Moinhos provoca três feridos

Ontem, na sequência de um despiste de carro, em Rio de Moinhos, no concelho de Penafiel, três pessoas ficaram feridas. Um dos feridos teve de...

A Polícia Judiciária (PJ) realizou quatro buscas domiciliárias em Gondomar, Penafiel e Magualde, no âmbito de uma investigação que se encontra em curso.

Foram detidos quatro suspeitos por fortes indícios pela prática de vários crimes contra o património.

Os factos, ocorridos a 14 de julho durante a madrugada em Gondomar, quando os suspeitos, de acordo com a PJ, “através de arrombamento, se introduziram numa residência ocupada por uma octagenária. No interior da mesma, amordaçaram e amarram às grandes da cama a única residente, apropriando-se de uma quantia em dinheiro e deixando a vítima atada e impossibilitada de se locomover pelos próprios meios”, refere a PJ em nota.

No decorrer das buscas realizadas a PJ apreendeu “walkie talkies” e binóculos, utilizados para comunicação e observação dos alvos e locais onde os ilícitos eram praticados. Foi ainda apreendida uma arma de fogo e um produto estupefaciente.

Além destes factos, foram ainda praticados mais três crimes de furto qualificado, dois em residências e uma numa viatura automóvel.

Os detidos, três homens e uma mulher, com idades entre os 32 e os 50 anos, um deles com antecedentes criminais por crimes da mesma natureza, serão presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação adequadas.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido