11.9 C
Munique
22.9 C
Porto
RegionalResendeMunicípio de Resende aprova orçamento de 16 milhões para 2022

Município de Resende aprova orçamento de 16 milhões para 2022

Relacionados

Operação “Censos Sénior 2022” da GNR

A Guarda Nacional Republicana (GNR), realiza a partir de hoje e durante todo o mês de outubro, em todo o território nacional, a Operação...

Paços de Ferreira com duas candidaturas à Concelhia do Partido Socialista

No dia 8 de outubro, realizam-se as eleições para a concelhia do PS-Partido Socialista de Paços de Ferreira. António Fernández, engenheiro de profissão, foi deputado...

I Torneio de andebol da cidade de Gandra

Nos dias 23, 24 e 25 de setembro, decorreu, no Pavilhão Municipal de Gandra, o I Torneio Cidade de Gandra, em Andebol. A Junta de...

A Assembleia Municipal de Resende aprovou no decorrer da sessão realizada a 29 de dezembro, as Grandes Opções do Plano e Orçamento Municipal para o presente ano.

As grandes opções do plano e orçamento do Município de Resende para 2022 foram elaboradas novamente numa perspetiva que levou em conta a incerteza que o estado pandémico atual determina e condiciona o planeamento financeiro.

Face a esta realidade, o município de Resende pretende dar continuidade aos princípios que orientam o executivo nos últimos anos, continuando a executar, entre outras situações, a “ampliação das redes de infraestruturas básicas e telecomunicações, fazendo a manutenção, melhoramento e redução dos constrangimentos das vias rodoviárias; apoio à habitação; na defesa do ambiente; na gestão urbanística; na defesa e proteção da floresta, na gestão de resíduos; na proteção dos animais; nas áreas importantíssimas da educação, saúde e ação social; na agricultura; na proteção civil; na transição digital e ambiental; no apoio ao comércio; às empresas e à indústria”, referiu o Presidente da Câmara Municipal de Resende, Garcez Trindade.

O Município de Resende continuará a dar apoio ao alinhamento estratégia o ao Portugal 2020, com a preparação e participação no Portugal 2030, bem como no aproveitamento do Plano de Recuperação e Resiliência, dando igual continuidade à obra do Plano de Ação para a Regeneração Urbana (PARU) de Resende, da PARU de Caldas de Aregos, do PAMUS de Caldas de Aregos, do Centro Interpretativo do Barro Negro, do Centro de Recolha Oficial de Animais de Companhia (CRO).

Será realizado um acompanhamento e participação nas candidaturas no âmbito da CIM-TS e Associação de Municípios do Douro e Tâmega (AMDT), bem como no acompanhamento e concretização dos três principais objetivos, sendo eles: a reconversão do balneário das Termas de Caldas de Aregos em Estância Termal do Douro; a reconversão e adaptação do Seminário Menor de Resende em lar residencial e Centro de Atividades Ocupacionais, para pessoas portadoras de deficiência em parceria com a Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental – Viseu e a Diocese de Lamego, e a ligação de Baião à Ponte da Ermida, obra inscrita no PRR e já com dotação financeira do projeto de execução atribuída e já publicada em Diário de República.

O valor global definido no orçamento, de 16.670.760,00 euros permitirá, de acordo com o município, a concretização das linhas de desenvolvimento estratégico para Resende, as quais foram elaboradas tendo em consideração a conjuntura internacional e nacional, o conhecimento das potencialidades, dos constrangimentos e da missão do município, sendo que na execução a instituição continuará a pautar a atuação por elevados níveis de exigência, qualidade e rigor na gestão dos recursos públicos.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido