-3 C
Munique
6.5 C
Porto
RegionalValongoMunicípio de Valongo irá quadruplicar a capacidade do Centro Veterinário Municipal

Município de Valongo irá quadruplicar a capacidade do Centro Veterinário Municipal

Relacionados

Valongo – Detido em flagrante por tráfico de estupefacientes

O Comando Territorial do Porto, através do Posto Territorial de Valongo, ontem, dia 25 de janeiro, deteve em flagrante um homem de 23 anos,...

Guimarães – Detenção de suspeito de pornografia de menores

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Braga, procedeu à detenção, em flagrante delito, de um homem de 18 anos de...

Música de câmara no Centro de Interpretação do Românico

O Centro de Interpretação do Românico, em Lousada, recebe o quarteto de cordas da Orquestra da Costa Atlântica (OCA), no próximo sábado, 28 de...

A capacidade do Centro de Recolha Oficial de Animais (CROA) do Centro Veterinário Municipal de Valongo irá quadruplicar. O equipamento cumprirá os mais altos padrões de bem-estar animal, que passará a ter 59 jaulas e uma área total de 832 metros quadrados, incluindo piscina para os animais se refrescarem no tempo quente.

A jaula é individual, com área abrigada e descoberta com exposição solar e corta-vento, com bebedouros automáticos e duas grelhas de recolha de dejetos. No exterior, está igualmente prevista uma área circular de exercício.

O Presidente da Câmara Municipal de Valongo, José Manuel Ribeiro, e o Vereador da Logística, Ivo Vale Neves, acompanharam o início da empreitada que teve um custo de 148.793,06 euros, com um prazo de execução de 120 dias.

O autarca frisou que “dentro de alguns meses, teremos mais 44 novas jaulas e mais espaço para conseguirmos dar mais resposta ao problema do aumento do número de animais errantes no concelho”, complementando que o município continua a destacar-se como uma das autarquias na vanguarda do bem-estar dos animais.

Entre as medidas promovidas pela autarquia, a fim de manter o bem-estar animal, destacam-se campanhas de adoção e esterilização gratuitas com a criação de colónias de captura, esterilização e devolução, a fim de controlar a reprodução dos animais errantes.

Aos animais adotados através do Centro Veterinário Municipal, é oferecida a esterilização, a vacinação antirrábica, a desparasitação e o dispositivo de identificação eletrónica. A autarquia gasta, em média, 100 euros por cada animal que entrega para adoção.

No atual ciclo governativo contabiliza-se a segunda ampliação do CROA, que em 2018 duplicou a capacidade passando a poder albergar no total de 30 animais.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido