4.6 C
Munique
5.8 C
Porto
RegionalValongoPAN apresenta candidato à Câmara Municipal de Valongo

PAN apresenta candidato à Câmara Municipal de Valongo

Relacionados

Paços de Ferreira – Presidente de Câmara Municipal, Humberto Brito, acusado de maus-tratos

O presidente do Município de Pacense, Humberto Brito, foi acusado de violência doméstica contra a mulher, de quem se divorciou. Em 2021, o juiz decide...

PSD de Paredes e Paços de Ferreira visitam CFPIMM

As concelhias políticas do PSD de Paredes e Paços de Ferreira visitaram no passado dia 31 de janeiro, o CFPIMM (Centro de Formação Profissional...

Paredes – Apreensão de material de jogo ilegal

O Comando Territorial do Porto, através do Posto Territorial de Lordelo, no dia 31 de janeiro, apreendeu material destinado à prática de jogo ilegal,...

Vítor Parati tem 53 anos e é cantoneiro, tendo sido nomeado como cabeça de lista do PAN à Câmara Municipal de Valongo. O próprio, de acordo com o Observador, quer “um autocarro do município a transportar gratuitamente idosos para os cuidados médicos do concelho”.

Não possuidor de experiência política, Vítor Parati surge como o primeiro candidato pelo PAN à Câmara de Valongo, revelando à Lusa que “um dos graves problemas no concelho é haver centenas de matilhas espalhadas pelas freguesias sem que o município tenha mostrado preocupação”. Além destas afirmações, o candidato evidencia-se defensor do “encerramento do aterro da Recivalongo”, em Sobrado, e aponta ainda, como importante, a questão da mobilidade.

Além destas questões, de acordo com o Observador, o candidato avança como importante a colocação em circulação gratuita, por todas as freguesias, “um autocarro municipal para servir as pessoas que vão a consultas aos hospitais do concelho, centros de saúde e clínicas. O autocarro funcionaria entre as 08h00 e as 20h00 e o acesso estaria garantido a quem comprovasse a necessidade de cuidados médicos”, explicou Vítor Parati.

O candidato defende, também, a despoluição dos rios Leça e Ferreira, bem como os afluentes, atacando o facto de se falar “muito na ligação entre municípios para despoluir o rio Leça, mas até hoje não passou do papel”, referindo existir na Travagem, em Ermesinde, como um esgoto a céu aberto.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido