RegionalCelorico de BastoAD e PS dividem vitórias nos Concelhos da Região do Tâmega e...

AD e PS dividem vitórias nos Concelhos da Região do Tâmega e Sousa

Relacionados

Paredes: Dois homens com antecedentes detidos por roubo

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação Criminal de Penafiel deteve, no passado dia 12 de junho, dois homens de 28...

Santo Tirso: Câmara Municipal alvo de buscas pela PJ

A Polícia Judiciária do Porto realizou, na passada quarta-feira, dia 12 de junho, buscas na Câmara Municipal de Santo Tirso e em três empresas...

Lousada: Alunos do Município em concurso de tecnologia e ciência

Um grupo de alunos do Município de Lousada vai estar presente na iniciativa DXC Code Challenge, com as tecnologias Scratch e MakeCode Arcade, no...

A população europeia, foi, no passado dia 09 de junho, chamada a votar para eleger os assentos no Parlamento Europeu.

Na região do Tâmega e Sousa o PS obteve vitória nos concelhos de Amarante, com 39,4% dos votos, de Baião, com 43,88%, de Castelo de Paiva, com 39,09%, de Cinfães, com 41,39%, de Lousada, com 39,05%, de Felgueiras, com 38,51% e, por último, de Penafiel, com 36,78% dos votos.

Já a Aliança Democrática reuniu o maior numero de votos nos Concelhos de Celorico de Basto, com 43,93% dos votos, do Marco de Canaveses, com 37,11%, de Paços de Ferreira, com 40,87%, de Paredes, com 39,05% e finalmente, de Resende, com 39,35%.

Na totalidade da região do Tâmega e Sousa, a taxa de abstenção ultrapassou os 60%.

No concelho de Paços de Ferreira a AD obteve o maior número de votos, com 7.720, superando o PS com 5871. Em terceiro lugar surge o Chega, com 7,69% dos votos e em quarto a Iniciativa Liberal, com 7,42 %.

A Aliança Democrática reagiu à vitória no Concelho com um comunicado, destacando o orgulho de ter “conseguido o segundo resultado mais expressivo do distrito do Porto, aumentando o número de eleitores da AD”, contribuindo também decisivamente para a eleição do seu candidato a eurodeputado, Sérgio Humberto.

Finalmente, ainda no mesmo comunicado, a AD considera estas duas vitórias consecutivas evidenciam que o PS, partido que gere a Câmara Municipal de Paços de Ferreira, está em “contraciclo, voltando a perder no concelho de forma expressiva, registando ainda uma das piores percentagens do distrito do Porto”.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -