OpiniãoA mineração por Penafiel

A mineração por Penafiel

Relacionados

Saber para quê?

Fechar ou abrir a porta da sala de aula já não é ouvir com olhos de lince o que o professor explica, é, neste...

A importância da Reciclagem

Sabia que, em 2022, Portugal produziu cerca de cinco milhões de toneladas de resíduos? Isto corresponde a cerca de 512 kg de resíduos por...

A importância do CED em matilhas

Como é do conhecimento público, assim como da autarquia de Valongo, são inúmeras as matilhas existentes em várias zonas do Concelho de Valongo. O Concelho...

No passado dia 27 de dezembro terminou a consulta pública sobre o pedido de atribuição de direitos de prospeção e pesquisa de depósitos minerais em vários concelhos do distrito do Porto, com a designação de MN/PPP/530 – Pedido de atribuição de direitos de prospeção e pesquisa de depósitos minerais para a área designada Valongo.

Este pedido, feito por uma empresa do Canadá, pretende pesquisar minerais existentes nos concelhos de Valongo, Gondomar, Paredes e Penafiel, numa área de 221km2. Entre os minerais estão o ouro, prata, antimónio (usado para baterias, semicondutores, catalisadores e na indústria têxtil), cobre (utilizado em ligas metálicas, fios elétricos), chumbo (metal altamente tóxico e muito utilizado nas baterias), zinco e outros minerais associados.

Entretanto, foram emitidos pareceres desfavoráveis por parte das autarquias de Gondomar, Valongo e Paredes. Por sua vez, a autarquia de Penafiel deu parecer favorável, desde que salvaguardadas todas as recomendações de boas práticas para os trabalhos de prospeção e pesquisa. Desta forma podemos concluir que a autarquia de Penafiel não é uma defensora do meio ambiente.

Segundo o edital da Direção Geral de Energia e Geologia de 27/10/2023, cada uma das freguesias abrangidas pelo pedido de prospeção terá, pelo menos, uma sessão pública de esclarecimentos. Assim, é importante que se mobilizem as populações das freguesias de Canelas, Capela, Fonte Arcada, Lagares/Figueira, Paço de Sousa, Rio Mau e Sebolido para esclarecerem as suas dúvidas, exercerem os seus direitos de cidadania e que não deixem que outros decidam por si.

 

Bruno Sousa (professor)

Membro da Comissão Concelhia de Penafiel do PCP

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -