0.7 C
Munique
13.5 C
Porto
Regional12 milhões de embalagens de bebidas convertidos em 510 mil euros

12 milhões de embalagens de bebidas convertidos em 510 mil euros

Por cada embalagem depositada numa das 23 máquinas automáticas existentes em Portugal, o consumidor recebe um talão para compras ou para doar a instituições de apoio social. Foram emitidos talões no valor de 510 mil euros, desse valor, 10 mil euros reverteram para as associações.

Relacionados

Sindicato dos Trabalhadores acusa GNR de Paredes de recusar levantar auto de ocorrência na “Varandas de Sousa”

Na passada sexta-feira, quatro trabalhadoras foram impedidas de cumprir o horário laboral nas instalações da empresa “Varandas de Sousa”, na freguesia de Madalena, no...

Detidos por tráfico de droga no concelho de Amarante ficaram em prisão preventiva

A GNR deteve, na passada quinta-feira, cinco homens e três mulheres no âmbito de tráfico de droga no concelho de Amarante. Após estes terem sido...

Iniciativa Liberal instala-se no concelho de Valongo

Decorreu, na passada quinta-feira, no auditório da Junta de Freguesia de Ermesinde, o plenário fundador do Núcleo Territorial de Valongo pertencente à Iniciativa Liberal,...

Um projeto piloto baseado na recolha de embalagens de bebidas em plástico em máquinas automáticas totalizou 12 milhões de embalagens depositadas pelos consumidores, refere, em nota, o Gabinete do Ministro do Ambiente e Ação Climática.

A quantidade de embalagens em questão, possibilitou a reciclagem de cerca de 350 toneladas de Politereftalato de Etileno (PET), “incorporando em novas garrafas e bebidas, promovendo a circularidade de materiais”. Desde o mês de março do passado ano foram depositadas, em média, 39 mil embalagens por dia, adianta nota.

O consumidor recebe, por cada embalagem depositada em cada uma das 23 máquinas automáticas instaladas em grandes superfícies comerciais em Portugal Continental, um talão de desconto em compras ou um valor a reverter como donativo para instituições de apoio social.

Até ao momento, foram emitidos talões no valor de 510 mil euros, sendo que, 10 mil euros foram atribuídos a apoios sociais. Até 15 de setembro, o projeto entrará numa nova fase, dedicada exclusivamente a donativos a 23 instituições de apoio social, sendo elas “previamente selecionadas online pelos consumidores”.

O montante de 1.655 milhões de euros, disponibilizado pelo Fundo Ambiental do Ministério do Ambiente e Ação Climática, financiará o projeto piloto “Quando do Velho se Faz Novo, todos ganham. Ganha o Planeta!”, permitindo a aquisição de experiência para a definição e operacionalização do futuro sistema de “depósito de embalagens de bebidas em plástico, vidro, metais ferrosos e alumínio”.

A gestão do projeto é de um consórcio composto pela Associação Água Mineiras e de Nascente de Portugal, Associação Portuguesa das Bebidas Refrescantes Não Alcoólicas e Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição, conclui nota.

 

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido