3.6 C
Munique
13.6 C
Porto
RegionalCelorico de BastoCelorico de Basto alerta para vandalismos nos moinhos do Freixieiro

Celorico de Basto alerta para vandalismos nos moinhos do Freixieiro

Relacionados

Detido por violência doméstica

O Comando Territorial de Braga, através do Posto Territorial de Amares, no dia 2 de dezembro, deteve em flagrante um homem de 35 anos...

Operação “RoadPol – Alcohol and Drugs” Álcool e drogas

A Guarda Nacional Republicana (GNR), entre os dias 5 e 11 de dezembro, no âmbito do planeamento anual efetuado pela RoadPol, irá realizar uma...

Fafe – Apreensão de 380 litros de aguardente

A Unidade de Ação Fiscal (UAF), através do Destacamento de Ação Fiscal (DAF) do Porto, no dia 29 de novembro, apreendeu 380 litros de...

No município de Celorico de Basto, no circuito do Freixieiro, foram vandalizados dois moinhos no decorrer das festividades da passagem de ano. Tendo em conta a recorrência da situação, o município de Celorico de Basto apresentou queixa junto da GNR.

Durante o final de semana, aquando celebrada a passagem de ano, dois edifícios integrantes do circuito de moinhos do Freixieiro, localizados no centro da sede do concelho, foram vandalizados, tendo-se verificado o arrombamento de várias portas. O conjunto de moinhos em causa representa um importante património, integrado no Parque Lúdico do Freixieiro onde decorre uma ação de restauro e recuperação, com a finalidade de valorizar os equipamentos.

A situação tem vindo a ser recorrente no espaço e, ao longo dos anos, os moinhos têm vindo a sofrer atos de vandalismo com graffitis, arrombamento de portas, destruição do interior dos núcleos museológicos e até mesmo com a realização de fogueiras que deram origem a incêndios.

Além da queixa junto das autoridades, o município encontra-se a preparar um conjunto de ações para reforçar a vigilância nestes espaços e uma campanha de sensibilização para a diminuição deste tipo de ocorrências.

Para o autarca do concelho, José Peixoto Lima, este acontecimento é “lamentável”, uma vez que tem vindo a destruir o património. Obriga, igualmente, o município a canalizar recursos humanos e financeiros no local que poderiam estar a ser colocados ao serviço da população.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido