2 C
Munique
7.8 C
Porto
DestaqueConcelhia do PS de Paços de Ferreira afastada das eleições autárquicas

Concelhia do PS de Paços de Ferreira afastada das eleições autárquicas

A Concelhia do PS de Paços de Ferreira acusa a direção de campanha eleitoral do PS de “autoflagelo e dupla vitimização”

Relacionados

Acidente em Santo Tirso provoca um ferido

Esta manhã, na Rua de Fontiscos em Santo Tirso, ocorreu um acidente de viação, o qual provocou um ferido leve. O alerta foi dado pelas...

Entrega de Prémios de Eurohockey Indoor Championship em Paredes

Ontem, em Paredes, decorreu o último dia de competição do Campeonato Europeu de Hóquei Indoor de Seniores Masculinos. No local, marcou presença o vereador...

Penafiel: Despiste em Rio de Moinhos provoca três feridos

Ontem, na sequência de um despiste de carro, em Rio de Moinhos, no concelho de Penafiel, três pessoas ficaram feridas. Um dos feridos teve de...

A Presidente do PS de Paços de Ferreira, Armanda Fernandez, avançou com um esclarecimento por parte da concelhia do PS de Paços de Ferreira, relativo ao afastamento em que o partido se encontra face às eleições autárquicas.

Neste sentido, a Concelhia do PS de Paços de Ferreira afirma “que apesar do afastamento imposto por uma inusitada e infundada avocação, e da assunção de todo o processo eleitoral autárquico por parte de um restrito grupo de seguidores do PS, Humberto Brito – situação corroborada pela Federação Distrital do PS Porto – nunca se escudou a participar do apoio e afirmação dos princípios e valores do Partido Socialista, sublimando os interesses da maior força política nacional”.

No comunicado avançado, é ainda explicado que estes nunca “foram convidados pela direção de campanha eleitoral autárquica do PS, nem envolvidos em qualquer atividade, pelo contrário, temos vindo a ser expurgados das mesmas”. A partir destas afirmações, a concelhia do partido enfatiza que, independentemente do resultado a verificar no dia 26 de setembro, “merecerá a consequente reação e responsabilização dos seus atores, para o bem ou para o mal do futuro do PS de Paços de Ferreira”.

O comunicado acusa a direção de campanha eleitoral do PS de representação de “autoflagelação e dupla vitimização por parte de quem se vê desprovido da possibilidade de vivenciar a democracia no seu concelho”, finaliza a concelhia em comunicado.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido