9.6 C
Munique
16.9 C
Porto
RegionalPenafielDetido em Penafiel por agressão física e psicológica à esposa

Detido em Penafiel por agressão física e psicológica à esposa

O detido, de 51 anos, começou a consumir bebidas alcoólicas em excesso há cerca de três anos.

Relacionados

PCP pede esclarecimentos à ARS Norte pela demissão dos responsáveis pela Urgência Metropolitana de Psiquiatria do Porto

O Partido Comunista Português (PCP) avançou, ontem, uma proposta para realizar uma audição da Administração Regional de Saúde do Norte (ARS Norte) relativa à...

Milhares de portugueses apoiam greve aos combustíveis nas redes sociais

Um grupo criado no Facebook há 48 horas, intitulado de “Greve aos combustíveis”, conta já com mais de 500 mil membros. Na descrição é...

Jovem pacense em Erasmus morreu na Polónia

Na Varsóvia, capital da Polónia, foi encontrado o corpo de uma jovem natural de Penamaior, freguesia de Paços de Ferreira, numa varanda de uma...

A GNR do Penafiel deteve, na passada quinta-feira, um homem de 54 anos por violência doméstica no concelho de Penafiel.

No decorrer de uma investigação por violência doméstica, a GNR apurou que o agressor exercia violência física e psicológica contra a vítima, a esposa de 51 anos, com quem estava casado há 30 anos, avança a GNR, em nota.

De acordo com a GNR, os episódios de violência “surgiram quando o agressor começou a consumir bebidas alcoólicas em excesso, há cerca de três anos”, acrescentando que “no último episódio de violência, o suspeito voltou a agrediu fisicamente a vítima, chegando a ameaça-la de morte”.

O agressor foi detido e presente a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Penafiel, onde foi sujeito às medidas de “coação de termo e identidade e residência, proibição de permanecer, frequentar ou de se aproximar da habitação da vítima, num raio de 300 metros, controlado por pulseira eletrónica e também proibição de permanecer, frequentar ou de se aproximar do local de trabalho bem como contactar, por qualquer forma ou meio, ou por interposta pessoa, com a vítima; e obrigação de continuar a sujeitar-se ao tratamento de dependência alcoólica, cujo o controlo deve ser efetuado pela Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais”, conclui a GNR, em nota.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido