0.7 C
Munique
13.5 C
Porto
RegionalHomem detido em Valongo por tentativa de carjacking com recurso a arma...

Homem detido em Valongo por tentativa de carjacking com recurso a arma branca

O detido provocou, numa das vítimas, diversos ferimentos, tendo sido necessário o transporte da mesma para uma unidade hospitalar

Relacionados

Sindicato dos Trabalhadores acusa GNR de Paredes de recusar levantar auto de ocorrência na “Varandas de Sousa”

Na passada sexta-feira, quatro trabalhadoras foram impedidas de cumprir o horário laboral nas instalações da empresa “Varandas de Sousa”, na freguesia de Madalena, no...

Detidos por tráfico de droga no concelho de Amarante ficaram em prisão preventiva

A GNR deteve, na passada quinta-feira, cinco homens e três mulheres no âmbito de tráfico de droga no concelho de Amarante. Após estes terem sido...

Iniciativa Liberal instala-se no concelho de Valongo

Decorreu, na passada quinta-feira, no auditório da Junta de Freguesia de Ermesinde, o plenário fundador do Núcleo Territorial de Valongo pertencente à Iniciativa Liberal,...

A GNR de Santo Tirso deteve, no dia 8 de fevereiro, um homem de 46 anos por tentativa de roubo de veículos e posse de armas proibidas, em Valongo.

No âmbito de uma investigação, de acordo com a GNR, “relacionada com a tentativa de dois roubos de veículos, conhecido pelo termo de ‘carjacking’, com recurso a uma arma branca, na localidade de Alfena, os militares da Guarda conseguiram identificar e deter o suspeito”.

Durante as diligências policiais e através de características descritas por parte das vítimas, a GNR relata ter sido possível reconhecer o suspeito que, “devido à violência que utilizava durante os crimes, provocou numa das vítimas diversos ferimentos tendo sido necessário o seu transporte para uma unidade hospitalar”, realça a GNR.

A GNR realizou ainda uma busca domiciliária onde apreendeu sete armas brancas, diversas munições e diverso material utilizado para perpetrar os crimes. O detido foi presente a tribunal no dia de ontem para primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Instrução Criminal do Porto, local onde lhe foi decretada a medida de coação de “prisão preventiva” e, posteriormente, foi conduzido ao Estabelecimento Prisional do Porto.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido