9.9 C
Munique
15.8 C
Porto
RegionalParedesParedes: PAN denuncia armadilhas de caça ilegais em Aguiar de Sousa

Paredes: PAN denuncia armadilhas de caça ilegais em Aguiar de Sousa

O PAN avança que as armadilhas são perigosas para as pessoas e animais que passam naquele local

Relacionados

Câmara Municipal de Paços e Ferreira obrigada à alteração de horários da Polícia Municipal por ordem do tribunal

Tendo em conta a situação pandémica nacional que Portugal está a atravessar, a Câmara Municipal de Paços de Ferreira procurou estipular horários de trabalho...

Motociclistas agendam manifestação contra inspeções às motos

Depois de Jorge Delgado, Secretário de Estado das Infraestruturas, ter avançado, a 20 de setembro, que o Governo está a preparar um diploma para...

MEGA emitiu seis milhões de vouchers para manuais gratuitos em Portugal

A plataforma MEGA emitiu seis milhões de vouchers para manuais gratuitos, dos quais 80% já foram resgatados e os livros na posse nos alunos. O...

O Partido dos Animais e da Natureza apresentou uma denúncia ao Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente da GNR e ao Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas após ter recebido informações sobre a alegada presença de armadilhas de caça ilegais em Aguiar de Sousa, em Paredes, avança o partido em nota.

O partido refere que, de acordo com relatos de cidadãs e cidadãos, três cães ficaram presos em armadilhas sendo que, um deles, esteve em sofrimento durante cinco semanas até receber auxílio, por parte dos munícipes, tendo sido necessária a amputação de uma pata que se encontrava ferida.

As armadilhas presentes são, habitualmente, usadas para caça ao Javali e são consideradas ilegais, uma vez que, de acordo com o PAN, não são “meios de caça admissíveis nos termos da legislação em vigor”.

O PAN acrescenta que estas armadilhas são, inclusive, perigosas para as pessoas e animais que passam naquele local, sendo urgente garantir “a devida fiscalização e apuramento das responsabilidades, também por forma a evitar futuras situações idênticas, bem como sensibilizar a população para o não abandono dos animais de companhia, um dos problemas ainda recorrentes nestas zonas de serra”, conclui Nuno Pires, membro da Comissão Política do PAN Distrital do Porto.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido