DestaqueLousada - Aauto de consignação para ReValSOUSA

Lousada – Aauto de consignação para ReValSOUSA

Relacionados

Santo Tirso: Homem que escondia droga num cofre é detido

A PSP deteve, na passada sexta feira, dia 12 de abril, um homem de 25 anos de idade por suspeita de tráfico de droga...

Paços De Ferreira: Ciclovia que liga Paços de Ferreira a Freamunde é inaugurada

A Câmara Municipal de Paços de Ferreira inaugurou, no passado domingo, 14 de abril, a ciclovia que faz a ligação entre as cidades de...

Paços de Ferreira: Atletas Pacenses destacam-se no Campeonato Nacional

Nos passados dias 4 e 7 de abril, o Complexo Olímpico de Piscinas de Coimbra recebeu os Campeonatos Nacionais de Juvenis, Juniores e Absolutos...

Foi apresentado ontem o dia 1 do “ReValSOUSA – Projeto de Reabilitação e Valorização do Rio Sousa na Paisagem Protegida do Sousa Superior”, com a assinatura do auto de consignação da empreitada entre o Município de Lousada e a empresa que vai efetuar os trabalhos. A cerimónia decorreu no Parque Molinológico e Florestal de Pias, no seguimento do protocolo técnico-financeiro celebrado com a Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

A fase 1 do projeto ReValSOUSA vai concretizar intervenções nos domínios relativos à contenção de espécies exóticas invasoras, ações de desassoreamento e de beneficiação de habitat para espécies ribeirinhas com o reforço/criação de galeria ripícola, no rio Sousa, na Paisagem Protegida Local do Sousa Superior.

O Presidente da Câmara, Dr. Pedro Machado afirmou que “este é o primeiro projeto que tem intervenção financiada. O Município tem desenvolvido muitos projetos e atividades, contando em grande parte com o envolvimento ativo da população. Este projeto é muito ambicioso e o investimento de 100 mil euros nesta fase, é disso prova”.

Os objetivos passam pela melhoria da conectividade longitudinal e transversal do rio Sousa, melhorando as funções ecológicas, bem como minorar e mitigar os efeitos nocivos das cheias nos ecossistemas, na produtividade agrícola e os respetivos danos económicos e materiais, utilizando soluções de base de engenharia natural e de melhoria hidromorfológica.

As ações desenvolvidas pela autarquia têm tido grande sucesso porque existe uma sensibilização junto dos alunos nos estabelecimentos de ensino, em que os resultados vão sendo notados a médio e longo prazo. A autarquia tem investido muito em educação ambiental” – destacou ainda o Dr. Pedro Machado.

O Eng. José Pimenta Machado, Vice-Presidente da APA, referiu na sua intervenção que “dá gosto ver o trabalho que o Município de Lousada está a desenvolver ao reabilitar o rio Sousa e, por isso, fica o comprometimento de continuar um trabalho conjunto. Trabalhar a rede hidrográfica e não permitir que os rios sejam agredidos é fundamental”.

Com o Quadro Comunitário de Apoio Portugal 2030 “vai ser possível disponibilizar financiamento para os bons projetos, como é o caso deste” – acrescentou ainda o Vice-Presidente da APA.

A recuperação dos Guarda Rios, pessoas que tinham a função que têm hoje centenas de voluntários em Lousada, é essencial para que uma maior fiscalização” – esta foi uma sugestão do Presidente da Câmara Municipal de Lousada. A este propósito o Vice-presidente da APA comprometeu-se a recuperar essas funções num novo enquadramento.

A cerimónia contou ainda com a presença da Diretora Regional do Norte do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), Arquiteta Sandra Sarmento.

No final foi organizada uma visita interpretativa ao rio Sousa com prospeção de biodiversidade ribeirinha guiado por técnicos municipais e por “patrulheiros voluntários” do Lousada Guarda Rios, seguido de uma largada de “Salmo truta” (truta), a cargo do ICNF.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -