3.6 C
Munique
13.6 C
Porto
DestaqueTribunal de Contas Chumba Pedido da CM de Paredes e PSD teme...

Tribunal de Contas Chumba Pedido da CM de Paredes e PSD teme pelo Concelho

Relacionados

Detido por violência doméstica

O Comando Territorial de Braga, através do Posto Territorial de Amares, no dia 2 de dezembro, deteve em flagrante um homem de 35 anos...

Operação “RoadPol – Alcohol and Drugs” Álcool e drogas

A Guarda Nacional Republicana (GNR), entre os dias 5 e 11 de dezembro, no âmbito do planeamento anual efetuado pela RoadPol, irá realizar uma...

Fafe – Apreensão de 380 litros de aguardente

A Unidade de Ação Fiscal (UAF), através do Destacamento de Ação Fiscal (DAF) do Porto, no dia 29 de novembro, apreendeu 380 litros de...

O PSD Paredes teme um futuro negro para o concelho após o Tribunal de contas chumbar pedido da CM de Paredes.

Em comunicado à imprensa informam que “o rocambolesco resgate à empresa Be Water – Águas de Paredes da concessão da exploração e gestão dos sistemas de abastecimento de água para consumo público e de recolha, tratamento e rejeição de efluentes e criação dos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento, teve mais um episódio preocupante, com a recusa do visto por parte do Tribunal de Contas em face das ilegalidades e violações das normas, expostas no seu acórdão 31/ 2021.”.

A Comissão Política do PSD Paredes diz que não concorda com o facto de se ter avançado com a proposta de resgate sem o parecer favorável da Entidade Reguladora dos Serviços de Água e Resíduos (ERSAR), entidade que regula o setor que revelou um parecer negativo.

“O PSD de Paredes, ao longo do mandato anterior, solicitou, durante 2021 a disponibilização de todos os documentos referentes a este “dossier” ao presidente de câmara, Alexandre Almeida, para poder fazer um escrutínio sério ao estado do cumprimento do contrato de concessão.” referem.

Estes recordam que, para alertar os munícipes de Paredes, da gravidade desta situação, os deputados municipais do PSD abandonaram uma reunião da Assembleia Municipal, em protesto contra a forma com que este processo estava a ser gerido.

O PSD de Paredes lamenta que o parecer tenha sido negativo por parte do Tribunal de Contas, referindo que “até questionámos o executivo municipal se tinha um plano B, se em janeiro de 2022 não pudesse constituir o SMAS??? Sem resposta plausível”.

O PSD de Paredes afirma que sempre alertou Alexandre Almeida, Presidente da Câmara Municipal de Paredes, e os paredenses, que esta teimosia do executivo socialista em Paredes, é uma questão indispensável para o presente do concelho, mas que poderá, conforme o PSD de Paredes denunciou na altura, e continua a denunciar, assegurar o seu futuro mais próximo.

A Comissão Política do PSD Paredes mostra-se disponível para trabalhar com este executivo, assim que seja pretendido.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido