OpiniãoQuero denunciar o contrato de Trabalho. Como e em que prazos devo...

Quero denunciar o contrato de Trabalho. Como e em que prazos devo comunicar tal intenção ao empregador?

Relacionados

As eleições mais importantes do país

Dia 9 de junho temos marcadas as eleições menos populares de Portugal: as eleições para o Parlamento Europeu. Com facilidade se ouvem comentários que...

Próxima paragem: Eleições para o Parlamento Europeu

No próximo dia 9 de junho teremos as eleições para o Parlamento Europeu. Irão ser eleitos 24 eurodeputados por Portugal e desde já temos...

Rios abandonados, são rios poluídos

Sorte temos nós em termos tantos recursos hídricos aqui no Norte Litoral de Portugal. Por todas as terras do Porto abundam ribeiras e rios,...

O Trabalhador pode denunciar o seu contrato de trabalho, desde que comunique ao empregador, por escrito, e com uma antecedência mínima de 30 ou 60 dias, conforme a duração do seu vínculo laboral (duração do contrato de trabalho).

O prazo de aviso prévio pode aumentar por força do previsto em contrato de trabalho e em instrumento de regulamentação coletiva de trabalho, a atenta a natureza das funções exercidas pelo trabalhador.

Note-se que o prazo de aviso prévio é reduzido para 30 ou 15 dias nos contratos de trabalho a termo, e consoante a duração do contrato.

Nesta modalidade de cessação do contrato de trabalho – denúncia pelo trabalho com aviso prévio – o trabalhador cessa o seu vínculo laboral independentemente de justa causa, o mesmo é dizer, o trabalhador não tem de alegar factos justificativos da sua intenção de fazer cessar o seu contrato de trabalho.

Deverá, apenas e tão só, comunicar a intenção de cessar o contrato ao empregador e respeitar o prazo do aviso prévio, popularmente designado por “dar o tempo à casa”.

Com a nova alteração ao Código do Trabalho, aprovada pela Lei n.º 13/2023, de 3 de Abril, e com entrada em vigor em 01.05.2023, o trabalhador a quem tenha sido atribuído o estatuto de vítima de violência doméstica, nos termos da legislação específica, fica dispensado de cumprir com o aviso prévio.

Quais as consequências de não respeitar o aviso prévio?

O incumprimento do aviso prévio, total ou parcialmente, faz incorrer o trabalhador no pagamento de uma indemnização ao empregador de valor igual à retribuição base e diuturnidades correspondentes ao período em falta.

Pode ainda o trabalhador incorrer numa indemnização por danos causados pela inobservância do prazo de aviso prévio ou de obrigação assumida em pacto de permanência.

Assim, pretendendo o trabalhador denunciar o contrato de trabalho sem justa causa, deverá atender ao prazo do aviso prévio que deve respeitar.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -