23.4 C
Munique
19.7 C
Porto
RegionalParedes: 26 famílias deverão abandonar as barracas onde vivem em 2022

Paredes: 26 famílias deverão abandonar as barracas onde vivem em 2022

Relacionados

Paredes – Detido por ameaças com arma de fogo

O Comando Territorial do Porto, através do Posto Territorial de Lordelo, no dia 7 de agosto, deteve um homem de 52 anos por ameaças...

Paços de Ferreira – Assembleia Municipal

- COMUNICADO - Membros da Assembleia Municipal de Paços de Ferreira do PSD No passado dia 4 de agosto, em plena Assembleia Municipal Extraordinária, solicitamos que...

Paços de Ferreira – COMUNICADO PSD “Indesculpável e inaceitável”

- COMUNICADO - Indesculpável e inaceitável qualquer erro de comunicação Hoje, ficou claro que o PSD de Paços de Ferreira nunca recebeu do Presidente da Câmara...

Após ter decorrido, a 6 de janeiro do presente ano, uma cerimónia na Câmara Municipal de Paredes referente ao Acordo de Colaboração no âmbito do 1º. Direito para o Município de Paredes, irá realizar-se a construção de habitações sociais condignas de forma ajudar 26 famílias, cerca de uma centena pessoas da comunidade cigana residente no acampamento de Valbom, no concelho de Paredes.

De acordo com a Câmara Municipal, numa primeira fase resolver-se-á “um grave problema de falta de condições de habitabilidade”, existentes no concelho há mais de 20 anos. Com o acordo, e segundo as palavras do autarca, serão criadas condições para que as obras, orçadas em 3 milhões de euros, comecem a nascer ainda este ano.

Em colaboração com as Instituições Particulares de Solidariedade Social e as juntas de freguesia, existe uma vontade do autarca em “apostar em mais habitação social noutras partes do concelho e ajudaremos a submeter candidaturas individuais de munícipes como beneficiários diretos”.

Em declarações à RTP, houve habitantes que chegaram a dizer que “com tanta promessa que há e com tantas vezes que nos chamaram, que tivemos reuniões, e nunca decidiram, nunca fizeram nada… e vamos ver se é desta vez”. Ainda de acordo com a estação televisiva, “a primeira fase vai contemplar as famílias da comunidade cigana, a segunda fase vai permitir o acesso a habitação social a cidadãos de um concelho onde os rendimentos são muito baixos”.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido